Em alguns momentos da vida, especialmente na adolescência, surge uma necessidade genuína de se identificar como algo ou alguém. Sou extrovertido/introvertido, carinhoso/frio, estudioso/preguiçoso, corajoso/medroso… Nos denominamos o que observamos sobre nós dentro de determinado espaço e tempo.

Porém, as circunstâncias da vida podem mudar drasticamente, fazendo com que aflore em você novas características que podem ser contrárias ao que você sempre acreditou ser. Ou simplesmente o tempo passa e você vai se adaptando às novas situações, e mudando…

Você agora pode ser uma pessoa corajosa porque o mundo te pediu que fosse. Mas na hora que é preciso usar essa coragem, sua cabeça martela “mas eu sou medrosa”. Na verdade você não é medrosa, você só não se reconhece como é atualmente.

Por isso é muito importante manter em mente que: não somos, estamos. Estou extrovertido, estou fria, estou estudioso, estou medrosa. Não sou isso sempre. Ontem eu podia ser diferente e amanhã também poderei. Tudo depende das circunstâncias atuais da sua vida.

Não se pode acreditar no que se é baseado numa ideia antiga ou sem evidências. Pra saber quem eu sou eu tenho que olhar pro agora. Quem eu sou agora, nessa perspectiva?

Sarita de Oliveira
Psicoterapia e Florais 🌼
(71) 99652-7105 @saritapsi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: